26/03/11

Hoje é o Dia Mundial do Chocolate!

                                                     CHOCOLATE!!!

26 de março, dia Mundial do Chocolate! vamos aproveitar para falar um pouquinho sobre esse doce assunto.

Produto obtido a partir do cacau, fruto do cacaueiro, originário da América do Sul e produzido em larga escala no Brasil. Embora a origem do cacau seja obscura sabe-se que já era consumido pelos astecas e maias antes dos espanhóis o levarem para a Espanha e todo o resto da Europa.
O chocolate foi inicialmente utilizado como bebida, um tanto amarga, feita da mistura do cacau torrado com água. Em meados do século XVIII, os franceses desenvolveram o chocolate com uma consistência sólida, porém mais pastosa do que a atual. Em 1910, no entanto, que finalmente a barra de chocolate começou a ser vendida.

Componentes
1 barra de chocolate (30g) contém em média 150 calorias e entre 2-3 g de proteína. A semente original apresenta quantidade significativa de vitaminas E e B. O chocolate ao leite ou meio amargo contém entre 40 e 53% de manteiga de cacau.

Diferentes Tipos De Chocolate
Chocolate ao leite - A massa de cacau é substituída em parte por leite em pó, resultando em um gosto mais adocicado
Chocolate amargo - possui grande concentração de massa de cacau e pouco açúcar.
Chocolate branco - Contem manteiga de cacau ao invés de massa de cacau
Chocolate em pó - Usado em receitas, trata-se de amêndoa de cacau ralada destituída da manteiga de cacau. Pode ser amargo (recebe o nome de cacau em pó), meio amargo e doce.
Achocolatado - usado para misturar com leite, é composto basicamente por chocolate, leite em pó e açúcar
Chocolate para cobertura - concentrado em manteiga de cacau, que lhe dá a propriedade de derreter com facilidade e que facilita o acabamento e o brilho nas coberturas. São comercializados em três tipos: meio amargo branco e comum (leite)
Valores nutricionais em 100g de chocolate

Energia (Kcal)Prot(g)CHO(g)Lip(g)
Chocolate ao leite 5408,058,6730,67
Chocolate Amaro (amargo)5374,363,029,75
Chocolate meio amargo5503,562,431,9
Chocolate branco (Laka)5509,6755,032,33
Chocolate branco (Galak)56210,650,835,1

Fonte: Tabela de composição de alimentos: suporte para decisão nutricional.




Chocolate e efeito estimulante
O chocolate possui 2 substâncias estimulantes: a teobromina e a cafeína, em uma proporção de 10 para 1 respectivamente. A teobromina, diferente da cafeína que é conhecida como estimulante do sistema nervoso central, estimula principalmente o sistema muscular.
O chocolate contém pouca cafeína. Há menos de 10 miligramas de cafeína em uma barra de chocolate ao leite (uma xícara de café, por exemplo, contém entre 65 e 150 miligramas de cafeína).

Chocolates e humor
Algumas pessoas (na maioria mulheres) têm uma tendência a comer muito chocolate depois de abalos emocionais. Isto pode ser explicado devido ao fato do chocolate estimular a produção da feniletilamina no corpo. Esta substância causa uma sensação de extremo bem-estar ao ser ingerida, pois é precursora da serotonina, neurotransmissor bastante conhecido como "substância química do bem estar". Outros estudos atribuem os desejos por chocolate a mudanças hormonais como as que ocorrem na puberdade ou no período pré menstrual.
Um estudo recente analisou o porquê do desejo por chocolate e concluiu que as pessoas não se viciam em chocolate. Na verdade, o estudo mostrou que as pessoas têm desejo por chocolate porque gostam da sensação de comê-lo.

Chocolate e gorduras
É importante prestar atenção nas embalagens dos chocolates, pois os chocolates na versão "diet" costumam apresentar mais gordura do que os chocolates convencionais tornando-se portanto mais calóricos.

Chocolate e acne
De acordo com a literatura, são os hormônios, e não os alimentos, que causam a acne. São esses hormônios causadores de uma superprodução de óleo na pele, resultando na obstrução dos poros. Os pesquisadores concordam que a dieta alimentar, incluindo chocolates, não causa acne.

Chocolate x poder antioxidante
Os efeitos antioxidantes do chocolate devem-se à presença de polifenóis em sua composição. A qualidade dos antioxidantes polifenóis do chocolate amargo é maior que a do cacau e do chocolate ao leite. Assim, o chocolate amargo possui uma maior capacidade de prevenir a oxidação das lipoproteínas (principalmente da LDL e da VLDL).

Chocolate e dor de cabeça
Pesquisas recentes mostram que a dor de cabeça e a ingestão de chocolate como fatores isolados não estão relacionadas. Os especialistas concordam que a maior parte das vezes é o estresse, os padrões de sono, a fome e as mudanças hormonais que causam a dor de cabeça. No entanto, em pessoas sensíveis, o chocolate pode desencadear enxaqueca devido a presença de feniletilamina.

Chocolate e ingestão de calorias
Mundialmente, apenas 1-3% das calorias diárias advém de uma combinação de chocolate e doces.

Chocolate e colesterol
Uma porção de chocolate ao leite contém menos de cinco miligramas de colesterol originado do leite. De acordo com o Programa Nacional de Educação sobre Colesterol (NCPE), devemos manter a ingestão diária de colesterol abaixo de 300 miligramas. (15)

Chocolate e crianças
O consumo de chocolates por crianças é permitido, mas não deve ser estimulado, pois elas tendem a consumí-los de uma só vez ou a todo instante, substituindo refeições. Vale ressaltar a importância da realização de refeições contendo todos os grupos de alimentos, para garantir o crescimento e o desenvolvimento normal da criança. Uma boa dica é não oferecer o chocolate antes ou durante as refeições. A hora certa é como sobremesa, ou até complementando o lanche da manhã ou tarde.

Inconvenientes do chocolate:
  • Rico em calorias e gorduras
  • Como qualquer doce, pode causar cáries
  • Tira o apetite para comidas mais saudáveis
  • Pode desencadear a enxaqueca em pessoas propensas a ela
  • Alcaçuz pode elevar a pressão arterial em algumas pessoas
  • Algumas pessoas desenvolvem um tipo de alergia ao chocolate, com coceiras pelo corpo, outras podem apresentar mal funcionamento dos intestinos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário